As fotografias que publica nas redes sociais salvaram-lhe a vida

cloe

Chama-se Cloe Jordan, tem 21 anos, vive na cidade inglesa de Wolverhampton, e diz ser viciada no Instagram. Contudo, a jovem pode mesmo agradecer a este vício que lhe salvou a vida.

Chama-se Cloe Jordan, tem 21 anos, vive na cidade inglesa de Wolverhampton, e diz ser viciada no Instagram. Contudo, a jovem pode mesmo agradecer a este vício que lhe salvou a vida.

Cloe estava farta de um sinal que tinha na barriga e que lhe parecia arruinar todas as fotografias que tirava de bíquini. A jovem ficou cansada por ter as suas imagens constantemente arruinadas pelo sinal e resolveu ir ao médico removê-lo.

Depois da consulta, Cloe foi diagnosticada por um especialista que confirmou o pior. A jovem tinha um melanoma, uma das formas mais letais de cancro da pele.

No entanto, tudo correu pelo melhor e o sinal foi removido, deixando a jovem com um enorme cicatriz na barriga. “A cicatriz na minha barriga é enorme, pois o sinal já estava com raízes profundas”, revelou Cloe ao jornal britânico The Sun.

Atualmente, Cloe Jordan partilha a sua história no Instagram para criar algum tipo de consciência nas pessoas que a seguem. “Sei que ao partilhar a minha história posso fazer com que alguém pare de ir ao solário e para mim vale a pena”.

Se não fosse pelo vício de parecer sempre ‘perfeita’ no Instagram, Cloe poderia nunca ter ligado ao pequeno sinal que estava a crescer dia após dia na sua barriga.

 Para conhecer esta jovem e mais sobre a sua história, confira a galeria que se segue e veja as fotografias que ela publica na rede social.
cloe3

Comentar

Comentários