Bárbara Guimarães: Gravidez!

baba

A oitava sessão do processo que opõe a comunicadora da SIC ao seu ex-marido ficou marcada por uma revelação surpreendente. Bárbara Guimarães deu a entender, nas suas declarações, que tinha feito ou sofrido um aborto.

A TvMais conseguiu confirmar que, de facto, isso aconteceu, ou seja, antes de a sua filha Carlota nascer, a apresentadora engravidou e perdeu a criança que carregava no ventre. As suspeitas de que Bárbara passou por essa experiência trágica levantaram-se após o seu depoimento. Enquanto respondia a uma questão colocada pelo advogado do seu ex-marido, Paulo Sá e Cunha, relativamente ao tipo de relacionamento que tinha com os ex-cunhados, Francisco e Eunice Carrilho, deixou escapar: “Estava a ser seguida em Coimbra[quando estava grávida de Carlota] até porque já tinha tido um problema que foi complicado…”.

Minutos depois, Bárbara volta a falar no mesmo tema. “Eles [Francisco e Eunice Carrilho] foram uma vez a Paris comigo. Até foi no dia que descobri que estava grávida. Não da Carlota”, disse Bárbara Guimarães, referindo-se ao convívio que tinha com os antigos cunhados no período em que viveu em Paris.
Ora, a apresentadora morou na Cidade Luz quando o seu ex-marido ali ocupava o cargo de embaixador de Portugal na UNESCO, o que aconteceu entre 2008 e 2010. Se não se tratava de Carlota, nem de Dinis Maria, que nasceu em 2004, muito antes do ex-casal viver em França, a apresentadora referia-se à criança que nunca chegou a nascer.

No final da audiência, a TvMais confrontou o professor catedrático com o facto de Bárbara Guimarães ter sofrido um aborto, mas Manuel Maria Carrilho não quis comentar. “Não tenho nada a dizer, sobre esse assunto ela falará o que entender”, afirmou.

Comentar

Comentários