“Foram quatro jogadores a vender o resultado”

apostas

Depois de várias suspeitas de corrupção e venda de resultados terem sido levantadas, após a derrota por 12-0 frente ao Barcelona, chegou agora a vez de um dos jogadores confirmar que o resultado e a derrota foram combinadas.

Cheikh Saad denunciou, esta segunda-feira, os companheiros de equipa de terem feito apostas contra a equipa e de terem vendido o resultado a outros, porém recusa-se a nomear os responsáveis.

«Sei quem o fez, mas não o vou dizer. Foram cerca de quatro jogadores a vender o resultado», afirmou à rádio espanhola Rac-1.

«Disseram-me que a derrota já tinha sido estipulada com vários apostadores. Estavam no balneário a perguntar a vários outros titulares se queriam entrar nas apostas.», explicou o jogador. «Não me perguntaram a mim, porque já sabiam que a resposta seria não.»

Saad afastou ainda a culpa do Barcelona, dizendo que os responsáveis eram todos do Eldense, e em específico alguns jogadores italianos.

«O Barcelona não está envolvido. Isto foi tudo dentro do clube, alguns dos jogadores italianos e mais uns, fizeram um acordo com uma casa de apostas. Depois do jogo, no balneário quase houve agressões. Agora comecei a receber ameaças de morte.»

O jogador diz ainda que irá denunciar os nomes quando a Justiça lhe pedir, mas que ainda é cedo para o fazer.

«Não tenho medo, vou dizer quem fez isto na altura certa. Não vou estragar a minha carreira, recusei-me a entrar em campo., não ia entrar naquela palhaçada, nem ia ser gozado em campo. Por isso é que não se fizeram substituições», contou. «Disse o mesmo aos meus colegas: se não alinham nesta porcaria, não entrem em campo.»

O clube cessou e suspendeu todas as atividades desportivas da equipa A até ao fim da época, recusando-se a jogar as jornadas restante, na terceira divisão espanhola.

Comentar

Comentários