Livro faz revelações sobre figuras da política portuguesa

fernanda-cancio-socrates

O último livro de José António Saraiva, ‘Eu e os Políticos’, em que revela conversas privadas e pormenores da vida de políticos, continua a gerar polémica. Fernanda Câncio, antiga namorada do ex-primeiro-ministro José Sócrates é uma das visadas na obra e agora recorreu aos tribunais para travar a venda do livro. “Tive conhecimento que a jornalista Fernanda Câncio interpôs uma providência cautelar para retirar o livro de venda”, revelou José António Saraiva em entrevista a José Carlos Castro no ‘CM Jornal 20h’, da CMTV.

O FACEBOOK APAGOU A PÁGINA ORIGINAL D’O HOMEM INVISÍVEL. SEJA FÃ DA NOVA PÁGINA AQUI

Em ‘Eu e os Políticos’, Saraiva conta que um namorado de Fernanda Câncio tinha espalhadas pela casa fotografias em que mantinham relações s3xuais. “Acha que é uma intromissão na vida privada dela”, referiu Saraiva, que justifica a sua revelação: “É uma passagem que mostra uma conduta bastante livre e a relevância é ela ter sido namorada de um ex-primeiro-ministro.”

Saraiva escreve também no livro que tem uma foto comprometedora de Paulo Portas “de há 10 ou 15 anos, vestido de mulher, aplaudido por homens com um aspeto horrível” e que Miguel Portas lhe confidenciou que o irmão é homossexual. O autor desvalorizou e disse que o importante foi ter mostrado “que um político que teve relevância não pensou ter carreira política devido à vida particular”. Defendendo que ‘Eu e os Políticos’ “não é um exercício de ódio nem de vingança”, Saraiva afirmou ter mais informações sobre todos os visados mas que nunca as revelará. “Os limites que respeitei agora, sempre os respeitarei.”

 

Comentar

Comentários