Músico português morre aos 32 anos

claudio-nunes

O músico Cláudio Panta Nunes, violoncelista dos Corvos, morreu no domingo, em Lisboa, aos 32 anos, em consequência de um cancro, disse à agência Lusa fonte da empresa de agenciamento. O músico fazia parte dos Corvos há mais de uma década, mas nos últimos meses estava afastado dos palcos por razões de saúde.

Os Corvos surgiram em 1998 e integravam atualmente Pedro Teixeira Silva (violino), Tiago Flores (violino), Luís Santos (viola d’arco), Cláudio Nunes (violoncelo), Pedro Silva (bateria) e Nuno Correia (baixo). Têm vários álbuns editados, entre discos de versões e originais, entre o quais “Corvos visitam Xutos” (1999), “Post Scriptum” (2001), “Medo” (2010) e “Corvos convidam” (2015).

Comentar

Comentários